Numa relação, já não é o sexo que mais importa

Posted on 9/20/2015 by UNITED PHOTO PRESS MAGAZINE

As relações duradouras e coesas têm algo em comum: não fazem do sexo o tema central do compromisso. 
A Relationships Scotland divulgou o seu mais recente relatório sobre as relações amorosas. No The Way We Are Now 2005, a empresa revela que o sexo não é, de todo, o único aspeto importante numa relação.

Depois de metade dos inquiridos ter confessado que não praticou o ato sexual durante o mês anterior à sondagem, o sexo deixou de ser o aspeto mais importante numa relação, passando para terceiro lugar e atrás da honestidade e da comunicação.

Conta o Daily Record que são as palavras e as atitudes o que mais importam na vida a dois.

O sexo foi apenas colocado na primeira posição por um terço dos inquiridos, enquanto a honestidade mostrou-se fundamental para 70% e a comunicação por 67%. No que toca ao tipo de relação, 57% confessou querer um compromisso, no qual deve existir uma partilha de problemas, principalmente no que diz respeito ao dinheiro, fator que os 51% dos inquiridos escoceses classificaram como principal tema de stress entre o casal.

Além desta comunicação honesta, os inquiridos disseram ainda que o casamento é um sinal importante de união e apenas 35% disse acreditar que um casamento era capaz de sobreviver a um episódio de traição.

O inquérito em causa foi realizado com 6.000 pessoas e abordou ainda questões como o trabalho, a família e a amizade.